Subscribe for notification

Facebook ads e Google ads, como usá-los em sua estratégia?

Veja neste post como Facebook ads e Google ads podem impulsionar suas vendas com uma boa estratégia e argumentos poderosos.

Veja neste post como Facebook ads e Google ads podem impulsionar suas vendas com uma boa estratégia e argumentos poderosos

A pergunta que muitos fazem, mas que na verdade não tem resposta certa ou errada. Facebook ads e Google ads são soluções eficazes para grandes marcas ou pequenos negócios. O poder de segmentação de um aliado ao alcance do outro são ótimas soluções para gerar mais negócios e aumentar as vendas.

Mas como saber se o Facebook ads é melhor para sua marca ou se é o Google ads que trará mais resultados?

Acalme-se! Neste post você entenderá exatamente como usar cada uma das plataformas e quais são os momentos ideais. E mais, aprenderá a combinar campanhas e obter resultados incríveis em facebook ads e google ads.

O QUE É GOOGLE ADS?

Hoje em dia sempre bate aquela dúvida sobre qualquer assunto… E o que você faz?! Dá um google, certo?! É ele o grande oráculo da internet que tudo sabe.

Geralmente a resposta à sua dúvida está nos primeiros resultados da página de buscas. Isso porque o Google faz um ranking com todas as páginas da internet que falam sobre o assunto que você pesquisou, da melhor para a pior, de acordo com o seu algorítimo secreto.

Mas antes dos resultados orgânicos, acima deles sempre vêm alguns links devidamente sinalizados como patrocinados. Essa é uma das mais eficientes soluções do Google Ads para atrair mais visitantes ao seu site.

Também chamados de links patrocinados, os anúncios em texto são muito eficientes para gerar cliques que levarão usuários da web a ter contato com sua marca. Mas esse é apenas um dos inúmeros formatos de anúncios do Google Ads.

Se quiser se aprofundar nesse tema, basta conferir este tutorial de Como anunciar no Google Ads.

Então, para resumir, o Google Ads é a solução de anúncios onde o Google conecta pessoas e marcas através de anúncios que não se limitam apenas aos textos nas páginas de busca. Lembra quando você vai assistir algum vídeo no youtube e antes de começar aparece uma propaganda?! Sim, esse também é um formato do Google Ads.

Sabe quando você visita uma loja para dar uma olhada em uma geladeira, por exemplo, e depois acessa um site de notícias ou seu blog favorito e dá de cara com a bendita geladeira? Não é o destino e sim o remarketing do Google Ads em ação. Bem completo, não!?

O QUE É O FACEBOOK ADS?

E o Facebook Ads? Qual é a dele? Tem como impulsionar os posts e é só isso? E o Instagram?

Possivelmente muitos já tiveram essas dúvidas. Todo mundo ou quase todo mundo que você conhece tem um perfil no facebook ou instagram, certo? E com tanta gente por lá, postando no feed, atualizando os status, postando nos stories e fornecendo um monte de informação, a base de dados do tio Mark é de dar inveja.

E quando o pessoal do Facebook resolveu criar a plataforma de anúncios, o facebook ads, eles já tinham a faca e o queijo na mão. Com tantos dados demográficos, geográficos e interesses dos usuários, ficou fácil para as marcas selecionarem o público alvo de suas campanhas.

Se você curte páginas de futebol, acompanha as transmissões ao vivo da champions league e comenta em notícias relacionadas ao esporte, há uma chance de enorme de seu perfil estar listado na segmentação de marcas de materiais esportivos, cervejas e grandes players do varejo.

É através dos seus interesses que a plataforma facebook ads consegue mostrar um anúncio específico que provavelmente será de seu interesse. As marcas conseguem aprimorar ainda mais esta segmentação através de seus dados demográficos como gênero, idade e um plus com a localização em tempo real. A respeito dos formatos, a ferramenta também se mostra muito versátil. Neste post falamos sobre os principais formatos do facebook ads.

QUEM O GOOGLE ADS ALCANÇA?

Com os formatos disponíveis, o google consegue impactar pessoas que estão em qualquer fase do funil de vendas.

As opções de campanhas de lembrança de marca são ótimas para fixar sua mensagem na cabeça dos possíveis clientes. Com o posicionamento no youtube essa tarefa fica bem mais fácil, uma vez que 95% da população online no Brasil acessa a plataforma com recorrência.

E a variedade de formatos também ajuda: os famosos anúncios que precedem o vídeo e apresentam a opção de “pular” costumam apresentar um CPV (Custo por Visualização) bem baixo, algo em torno de R$ 0,05 ou menos.

Aliado ao Youtube, outra solução para impacto são os banners, tanto estáticos como em gif. A ampla de rede de sites parceiros do Google possibilita uma segmentação poderosa na hora de impactar as pessoas certas.

Já as campanhas de busca, que aparecem nas páginas de resultados de pesquisa, estão mais alinhadas à fase de tomada de decisão. Se você vende produtos ou serviços e quer focar em conversões essa é uma das melhores soluções.

Mas é muito importante aliar as todas as etapas, tanto o impacto, o alcance e lembrança da marca, quanto a conversão. Uma pessoa que já tenha sido impactada por um anúncio no youtube ou visto algum banner de sua marca estará mais confiante no momento de decidir pela compra ou contratação do serviço.

QUEM O FACEBOOK ADS ALCANÇA?

O facebook não fica muito atrás quando o assunto é alcance. Mas a plataforma também apresenta soluções para geração de vendas e fechamento de negócios.

Graças ao enorme banco de dados e a quantidade de informações que mencionamos acima, a facebook ads também consegue segmentar bem o seu público e deixar sua marca na lembrança de muita gente.

Aliado ao Instagram, a primeira rede social de Zuckerberg ultimamente tem dado um enorme destaque aos vídeos. Por isso a solução de anúncios em vídeos costuma apresentar resultados tão bons quanto o Youtube. E o lançamento do formato stories deu um up no engajamento diário dos bilhões de usuários no facebook e instagram.

Se a ideia é ser lembrado pelo público, o Facebook Ads é a solução ideal com custos por impressão bem em conta quando a segmentação do público é bem feita. Isso acontece porque a plataforma é inteligente e consegue pontuar a relevância dos anúncios numa escala de 0 a 10. Quanto maior a relevância de um anúncio para aquele público segmentado, menor o valor cobrado pela visualização de um vídeo, interação com o post ou custo por clique.

COMO USAR BEM FACEBOOK ADS E GOOGLE ADS?

Eis aí o pulo do gato! As duas soluções oferecem soluções completas, tanto para ações mais básicas quanto para estratégias avançadas.

via GIPHY

Cause uma boa Primeira Impressão

O primeiro passo antes de escolher uma ou outra ou mesmo decidir por usar ambas é definir os objetivos da campanha. Algum que você consiga mensurar ao final e dizer se obteve sucesso ou não. Defina metas palpáveis como X vendas ou a geração de Y leads.

Feito isso é hora de começar a traçar sua estratégia para facebook ads e google ads. A não ser que seu produto seja de fácil consumo como commodities, ou tenha um preço baixo, é recomendável não oferecê-lo de cara e pedir que as pessoas cliquem e comprem agora.

Apesar de ser um CTA (Call To Action ou Chamada Para Ação) poderoso e muito valioso, possivelmente a pessoa que está vendo o anúncio de sua marca pela primeira vez na vida hesitará em clicar.

É onde entra a primeira etapa da campanha. Aproximação, alcance e reconhecimento de marca. Você até pode exibir o produto em seu primeiro anúncio de impacto, mas é importante usar bem o CTA pois o momento é de conhecer o produto e não comprá-lo. Que tal instigar o consumidor a conhecer melhor sua marca e soluções? Uma ótima chamada é usar “Saiba Mais” neste primeiro momento.

E se a ideia a princípio é impactar o facebook ads ou a rede de display/youtube do google ads são perfeitos. Você poderá optar por qualquer uma das soluções para este início, o importante é segmentar bem a sua persona e caprichar na mensagem de primeira abordagem.

via GIPHY

Identifique uma dor e explore as consequências

Ao definir uma persona é importante identificar suas dores e nesta primeira fase de impacto reforçar que ele tem essa dor.

Por exemplo, uma pessoa que precisa comprar uma tinta para a reforma de sua garagem. Por meio das segmentações de Facebook ads e da rede de display é possível encontrar pessoas interessadas em obras, reformas, materiais de construção, cuidados com a casa, etc. Não sabemos dentro deste grupo quem está buscando por outros materiais de construção que não sejam a nossa tinta.

Então como descobrir? Vamos implicar as consequências da dor. O que acontece se aquela parede não for pintada? Logo o reboco pode sofrer com a umidade, a casa fica feia e por consequência desvalorizada. E quem quer a casa desvalorizada? Ninguém, e tudo isso por não ter comprado aquela tinta e pintado a parede.

Ok, o possível cliente já está sofrendo o bastante, é hora de oferecer a solução.

Ofereça sua Solução

Agora que sua marca já se aproximou do possível cliente e tocou na ferida, hora de oferecer o curativo.

No facebook ads e google ads há a opção de criar segmentações por campanhas. Dessa maneira você conseguirá segmentar apenas quem clicou, interagiu ou assistiu ao seus anúncios nas etapas anteriores.

O que estamos fazendo aqui é ajudar facebook ads e google ads a segmentar o nosso público e como agradecimento por nosso trabalho eles irão nos cobrar menos para obtermos nossas vendas. Quem diria?

Uma vez que selecionamos usar este público que já conhece sua marca e sabe das consequência de não comprar a sua tinta temos pessoas muito mais propensas em clicar no famoso “Compre Agora”.

E por este motivo os custos por resultado serão bem menores se comparados a uma campanha inicial que já ofereça tal ação para pessoas que nunca viram sua marca.

via GIPHY

COMO MENSURAR OS RESULTADOS?

Se você definiu bem KPIs (Key Performance Indicators) de sua campanha será muito mais fácil saber se toda a operação foi um sucesso. Se quiser se aprofundar neste tópico temos este artigo sobre métricas do marketing digital.

Se você tiver uma loja online ou um site onde o público possa comprar sua tinta será mais fácil mensurar. Facebook ads e Google ads oferecem códigos que poderão ser instalados dentro das páginas de sucesso ou agradecimento que são exibidas após concluirmos uma compra.

Assim nas próprias plataformas de anúncio do google e facebook aparecerão a quantidade de conversões ou vendas.

Mas se por acaso sua loja for física basta recorrer ao bom e velho “Como você ficou sabendo da nossa loja?”. Você pode criar um pequeno formulário para preencher e depois mensurar quantas vendas foram geradas graças aos anúncios em facebook ads e google ads.

Agora é só traçar suas estratégias pensando sempre na persona. Quer um time especialista no assunto cuidando de seu marketing digital?

RGdigital:
Posts relacionados