Subscribe for notification

5 lições de Empreendedorismo que aprendemos com Freddie Mercury e o Queen.

Vocalista de uma das maiores bandas de rock de todos os tempos, Mercury nos ensina lições importantes sobre marketing e empreendedorismo ao longo de sua carreira.

Quem nunca ouviu ao menos um hit da famosa banda inglesa? Mesmo quem não curte rock certamente conhece os refrões marcantes de “we will rock you” ou “we are the champions”. Mas o que isso tem a ver com empreendedorismo? Calma, já vamos chegar lá!

A banda fundada na década de 70 na terra da rainha teve como líder um dos maiores ícones da cultura pop. Mesmo as gerações mais atuais reconhecem em instantes a figura de Freddie Mercury.

Liderando os vocais do Queen, o artista se tornou referência por diversos motivos. Sua voz inconfundível é única e praticamente incomparável. Suas performances nos palcos se tornaram igualmente icônicas e suas composições aclamadas por premiações e chanceladas por discos de platina.

Mas o que o Freddie Mercury e o Queen têm a ver com empreendedorismo?

Tudo. Na verdade, Farrokh Bulsara (nome de batismo de Freddie Mercury), nasceu na África!

Isso mesmo, sua cidade natal é a Cidade de Pedra na Tanzânia. À época o país era parte da Commonwealth, comunidade de países que formavam o Reino Unido.

Bulsara (Mercury) se mudou com sua família para Londres em 1964. Foi onde decidiu estudar artes. Eis aí um ponto importante. Com o rock e o movimento Punk em ebulição na capital inglesa, bandas e mais bandas nasciam naquele contexto de pós guerra.

Contudo, o Queen só foi surgir em 1971 com o nome de Smiley. Até este momento Freddie e seus companheiros tiveram experiências embrionárias com outras bandas.

Quando o Queen nasceu, Mercury começou a expressar sua genialidade e nos brindar com a sua primeira lição de empreendedorismo. Graças ao seu conhecimento em artes, Freddie desenhou, de próprio punho, em 1972, o famoso símbolo da banda.

Uma arte que reúne os signos dos membros da banda, os dois leões (John Deacon e Roger Meddows), a letra Q para representar a realeza. Além destes há também o caranguejo representando o canceriano Brian May. E por fim as duas fadas de Freddie que era virginiano.

Uma das primeiras lições de empreendedorismo é: Utilizar os recursos que você já possui em favor do seu negócio. A formação de Mercury em artes proporcionou à banda esta marca incrível, forte e com valores atrelados à cultura da empresa.

Os primeiros anos…

A banda nasceu e logo se tornou um fenômeno vendendo milhões de discos, certo? Errado.

Os primeiros discos do Queen foram razoáveis e tidos como medianos pela crítica especializada.

Com vendas igualmente medianas, a banda não decolou imediatamente, mas a união do grupo, engajado com o propósito da banda, resultou em persistência.

Em 1974, Killer Queen, o primeiro hit da banda nasce e coloca Mercury e seus companheiros em um novo patamar.

Após 3 anos sendo considerada uma banda medíocre, o Queen enfim havia decolado.

Fazendo um parâmetro com nosso tema:

De cada 10 empresas fundadas cerca de 6 fecham nos primeiros 5 anos.

O Queen não virou estatística graças à sua persistência. E se você ainda decolou, não se preocupe. O seu Killer Queen pode surgir a qualquer momento. Persista, mantenha a equipe engajada e o primeiro hit nascerá.

O Sucesso. Don’t stop me now!

Os álbuns seguintes  trouxeram grandes hits da banda como Bohemian Rapsody, Love of my life, another one bites the dust, We Will Rock you, We are the champions e muitos outros.

Por consequência as vendas não paravam de crescer. Já os shows se transformaram em consertos enormes com públicos muitas vezes superiores a 100 mil pessoas.

Percebendo que os shows passaram a ser grandes acontecimentos a banda iniciou turnês ao redor do mundo todo.

O olhar empreendedor da banda, e certamente de seus empresários, notou aí uma grande oportunidade de negócios. O que nos leva à nossa 3ª lição de empreendedorismo que aprendemos com o Queen. Observar as oportunidades de negócios que surgem a partir das diversas situações de mercado.

Uma liçãozinha extra que deriva diretamente deste contexto são hits como We will Rock you e We are The champions que foram criados para tornar a experiência dos fãs ainda mais incrível nos megashows da banda. Venhamos e convenhamos, são músicas incríveis para se tocar em grandes shows.

O que o titio Mercury nos ensina aqui é a observar o seu público e pensar SEMPRE na experiência deles.

Parcerias. Friends will be friends.

E então o cenário é este: Milhões de discos vendidos, sucesso de público e crítica, fama, sucesso e shows abarrotados de gente ao redor de todo o mundo.

O que mais poderíamos aprender com a maior banda de rock inglesa de todos os tempos!? (polêmica)

Nenhum sucesso é tão grande que não possa ser maior ainda. Uma parceria com nada mais, nada menos do que David Bowie rendeu um novo super hit, Under Pressure.

Bowie que àquela época também fazia enorme sucesso no mundo da música, topou a parceria com a banda. Mas a proposta inicial era de fazer apenas alguns vocais no novo disco do Queen. Foi durante os ensaios que a dupla Mercury e Bowie resolveu dividir os vocais nesta canção.

O desfecho da história é o mesmo, mais um grande álbum de sucesso da banda, o Hot Space.

Então, porque não sermos amiguinhos? Procurar parcerias que sejam benéficas com uma relação ganha-ganha é uma ótima estratégia para manter a sua empresa no caminho do sucesso!

Somebody to love. É bom ter…

Pouco se fala na vida particular de Freddie Mercury. Isso porque o astro fazia questão de mantê-la longe da mídia. Contudo, o que dizem os mais próximos é que Mercury era adepto do lema “Sexo, drogas e rock’n roll”.

Escolha pessoal, certo? Afinal, cada um vive sua vida como bem entende. Mas o mais importante é que pouquíssimas ou quase nunca se teve notícias de shows ou ensaios interrompidos ou cancelados por “indisposições” do nosso grande vocalista.

É até um clichê, mas é sempre reforçar. Nunca devemos deixar os problemas pessoais influenciar nos negócios. E ainda mais… Por mais que ás vezes o negócio seja pequeno, onde o empresário faz de tudo e as horas de trabalho são intermináveis, é fundamental separar um tempo para se divertir. O equilíbrio é sempre a chave do sucesso!

Então é isso. Espero que tenham gostado desta aulinha de empreendedorismo escondida na carreira do Queen. Recomendo muitíssimo que você assista ao documentário do canal Nostalgia sobre a vida e a carreira de Freddie Mercury. Um trabalho fantástico que me fez pensar nestes pontos importantes que conseguimos identificar na carreira de Freddie.

[Clique aqui e assista]

RGdigital:
Posts relacionados